Diálogo no Relacionamento: o Detalhe que Pode Destruir o Seu

diálogo-no-relacionamento

O diálogo no relacionamento é uma das coisas mais importantes, mas também mais negligenciada, pelos casais. E a falta dele pode desgastar muito a relação, e até chegar ao término. Por isso, se você quer evitar isso, continue lendo que será de grande valor para o seu convívio com o parceiro.

Diálogo no relacionamento
Fonte: Pixabay

A princípio, tudo é fácil de ser cedido. Até coisas que antes achávamos intoleráveis, aceitamos para que continuemos juntos com a pessoa amada. Isso não ocorre de forma espontânea, nem por acaso.

Quando nos apaixonamos, nosso organismo libera uma série de hormônios em nosso corpo. Esses hormônios nos dão a sensação de prazer e bem-estar. Nessa fase, muitos casais tomam grandes decisões, e depois se arrependem – como ir morar juntos ou fazer uma tatuagem -.

Como o bilionário e empresário Flávio Augusto falou, é necessário que os valores dos dois estejam alinhados para que a relação tenha sucesso. Nem muita razão, nem muita paixão, mas valores. O diálogo no relacionamento é indispensável para que os dois alinhem suas expectativas e evitem a frustração.

Passo a Passo para o Diálogo no Relacionamento

Para que o diálogo no relacionamento seja realmente eficaz, é necessário ficar atento aos seguintes pontos:

  1. Deixe bem claro suas expectativas logo no início, para que depois não haja incompatibilidade de ideais por falta de informação.
  2. Antes de explodir, conte de 1 até 10. Assim você vai controlar seu emocional para que não fale coisas que depois se arrependa.
  3. Só aceite se não estiver desconfortável. Se você permitir uma situação uma vez, tenha certeza que ela vai se repetir. E se você não alertar sua desaprovação logo de início, perderá os argumentos em uma conversa futura.
  4. Família não é lugar de reclamar e descarregar suas dores. Se você precisa desabafar assuntos desagradáveis, contrate uma psicóloga. Um profissional vai saber lhe orientar melhor em situações difíceis, e você não irá sobrecarregar sua família.
  5. Como diz Guilherme Pintto: o óbvio também precisa ser dito. Deixamos, muitas vezes, de expressar nosso amor pela nossa família. Mas lembre-se que a vida é curta, e estabilidade não existe.
  6. Reconheça seu erro e peça perdão. Não deixe que o ego controle você. Tenha humildade de reconhecer seus erros e pedir perdão, mas só se estiver verdadeiramente arrependido.

Curtiu as dicas? Elas são simples de serem executadas e são muito valiosas para qualquer relação, amorosa ou não. Aproveite e deixe um comentário falando qual passo você vai implementar primeiro.

Compartilhe

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.